Seu futuro em boa companhia!

FAÇA AGORA SUA ADESÃO

Todos os empregados da CLARO, Star One, PrimeSys, TV SAT (Claro TV), Telmex do Brasil, AMERICEL, Instituto NET Claro Embratel e TELOS têm a oportunidade de se tornar um participante da TELOS – Fundação Embratel de Seguridade Social. Este é um dos benefícios, dentre outros, que a sua empresa lhe oferece.

A TELOS – Fundação Embratel de Seguridade Social é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, sem fins lucrativos, que atua no mercado desde agosto de 1975.

Flexível, com regras fáceis e simples, seu Plano de Benefício – Plano Telos Contribuição Variável I (PCV I) – é totalmente desvinculado da Previdência Social e permite que você planeje o seu futuro e o de sua família, compatibilizando o seu orçamento com o nível de benefício que deseja ter na aposentadoria.

Nosso presente é cuidar do seu futuro!

Um Investimento para o Futuro

A fórmula é simples: você escolhe o percentual da sua Contribuição Normal e, de acordo com a sua faixa salarial, o Patrocinador poderá depositar uma quantia equivalente na sua conta. Este saldo, juntamente com a rentabilidade dos recursos no período, será a base de cálculo para um benefício futuro.

A partir de 04/2016 as primeiras contribuições do Participante e do Patrocinador serão devidas a partir do primeiro dia do mês subsequente ao do recebimento do formulário “Termo de Inscrição” pela TELOS.

As Contribuições Normais são diferenciadas por faixa salarial, a saber:

FAIXA SALARIAL SALÁRIO APLICAVEL CONTRIBUIÇÃO NORMAL
PARTICIPANTE ATIVO PATROCINADOR
1 Menor ou igual ao LSF1 Não há Contribuição única de 5 vezes o salário, quando o participante ativo atingir 5 anos de inscrição e tiver mais de 55 anos de idade.
2 Maior que LSF1 e menor que LSF2 de 1% a 4% de 1% a 4%
3 Igual ou maior que LSF2 de 1% a 7% de 1% a 7%

Atualmente o Limite Salarial da Faixa 1 (LSF1) corresponde a R$ 3.000,00 (três mil Reais) e o Limite Salarial da Faixa 2 (LSF2) corresponde a R$ 10.000,00 (dez mil Reais). Estes valores poderão ser atualizados anualmente, respeitando o reajuste máximo equivalente à variação anual do INPC.

Os Participantes podem efetuar CONTRIBUIÇÕES ADICIONAIS mensalmente, as quais não terão a contrapartida do Patrocinador. Em especial, para os Participantes da Faixa Salarial 1, esta é a melhor opção para se contribuir regularmente.

Os depósitos mensais (seu e do Patrocinador quando for o caso) são aplicados em fundos de investimentos escolhidos por você, dentre aqueles gestores selecionados pela TELOS, e você acompanha diariamente a sua rentabilidade.

Composição do Perfil de Investimentos

Acesse AQUI e entenda a Composição do seu Perfil.

Resgate

Mas, se a sua intenção for a de simplesmente investir, no momento em que se desligar do Patrocinador, você poderá resgatar 100% de suas contribuições, podendo ainda receber até 50% dos depósitos do Patrocinador na sua conta, de acordo com o tempo de Contribuição para o Plano.

Outro diferencial é que o valor resgatado poderá ser recebido em até doze parcelas, conforme a sua escolha.

Incentivo Fiscal

Ao aderir ao PCV I, o valor que você investir, limitado a 12% de sua renda bruta anual é dedutível na sua declaração anual de Imposto de Renda. Com esse incentivo, você tem uma base tributável menor e consequentemente um menor valor de imposto devido.

Outra vantagem é a possibilidade de escolher entre dois regimes de tributação para o momento do recebimento do benefício futuro ou do resgate das contribuições.

Transferência entre entidades de previdência / Portabilidade

Se você tiver recursos aplicado em outra entidade de previdência e quiser centralizar em uma única entidade de previdência, poderá fazer a transferência de recursos através do Instituto chamado Portabilidade, você não paga imposto de renda nessa movimentação, ao contrário do que aconteceria se você resolvesse simplesmente resgatar suas reservas de outra entidade.

A portabilidade de recursos poderá ser feita tanto de uma entidade aberta – que administram PGBL, como de entidades fechadas, que são os fundos de pensão patrocinados por empresas.

Esta é também uma opção para quem se desliga do Patrocinador, após ter no mínimo 3 anos de contribuição e não quer continuar vinculado à TELOS, mas deseja manter o seu projeto de aposentadoria. A parcela das contribuições efetuadas pelo Patrocinador que poderá ser portada para outra entidade varia de acordo com o tempo de contribuição para a Fundação, podendo chegar a 100% caso o participante tenha mais de 20 anos de contribuição.

Aposentadoria aos 50 Anos

Outra vantagem do PCV-I é a flexibilidade. Se a sua intenção é receber uma aposentadoria já a partir dos 50 anos, mesmo sem ter direito ainda ao benefício do INSS, você pode fazê-lo, desde que tenha 5 anos de contribuição para o PCV-I e esteja desligado do Patrocinador.

É considerado para fins de contagem de tempo de contribuição do Participante no PCV-I, o eventual tempo de participação em outro plano de previdência instituído por empresa do grupo econômico do Patrocinador Principal.

Ao requerer o benefício de aposentadoria, você poderá antecipar, à vista, até 20% do saldo de conta acumulado. Independentemente do percentual escolhido, esta parcela, da mesma forma que a aposentadoria mensal, também está sujeita à tributação de Imposto de Renda.

A forma de receber o benefício poderá ser através de:

  1. Renda Mensal Vitalícia calculada pela TELOS,
  2. através de Saque Programado (você escolhe o percentual entre 0,3 e 2% do saldo total de sua conta que servirá como renda mensal) ou
  3. de benefício de agrega as duas formas de aposentadoria – Renda Vitalícia + Saque Programado.

Ampla Flexibilidade na hora de contribuir

Numa emergência financeira você poderá suspender a contribuição por até 2 anos. Uma vez suspensas as contribuições do participante, o Patrocinador também deixa de contribuir.

Você tem direito a uma renda mesmo desligado da empresa patrocinadora

Ainda que se desligue da empresa e não faça novas contribuições para o PCV-I, você também terá direito a uma renda mensal que poderá ser vitalícia ou não, calculada com base em 100% de suas contribuições e as do Patrocinador. Para tal, basta deixar o dinheiro no PCV-I como Participante Vinculado até os 55 anos.

Mas, se você tiver a intenção de ter um benefício maior, pode continuar contribuindo com a sua parte e a da empresa, até chegar à idade mínima (50 anos) para se aposentar. Você passa a ser um Autopatrocinado e, mesmo estando em outra empresa, poderá usufruir de todas as vantagens de ser um participante TELOS, contribuindo individualmente, de acordo com suas possibilidades.

As contribuições do autopatrocinado, efetuadas em substituição às do patrocinador, serão consideradas , nos casos de futura opção pelo Resgate e Portabilidade, como contribuições individuais.

Saldo de Conta Projetada

Em caso de incapacidade permanente, o plano adiciona à sua poupança o valor correspondente às contribuições que o patrocinador faria até você completar 55 anos. No caso de óbito, se você possuir esposa e filhos, este depósito também é feito. E, com base neste valor acumulado, acrescido deste adicional projetado, TELOS calculrá uma aposentadoria por invalidez ou pensão por morte para sua família.

Como você vê, o PCV I é uma excelente maneira de se investir no futuro, seja a curto, médio ou longo prazo. E o seu futuro só depende de você. Em previdência, quanto mais cedo começar, melhor para você e sua família.

Para tirar suas dúvidas, entre em contato pelo telefone (21) 2121-6900/0800 9706900 ou pelo e-mail cat@telos.org.br

As informações aqui descritas consistem numa breve apresentação do Plano e não substituem o Regulamento do PCV I TELOS, aprovado pela PREVIC – Superintendência Nacional de Previdência Complementar.